Poço artesiano com água mineral, entenda como pode ser lucrativo
fevereiro 18, 2019
Coletar amostras para análise de água, o proprietário pode fazer
Coletar amostras para análise de água, o proprietário pode fazer?
fevereiro 25, 2019
Análise de água para poço artesiano será que tem água mineral

Saiba sobre a possibilidade de encontrar água mineral através da análise de água para poço artesiano.

A água é um recurso inestimável e vital, mas que também pode colocar em risco a saúde das pessoas que a consomem, por isso a análise de água para poço artesiano se torna um item essencial.

No caso dos poços artesianos, por exemplo, que ganham destaque por conta da pouca oferta de água em algumas regiões, como no Nordeste, a água pode esconder vários perigos.

Isso porque embora a água do poço possa parecer clara e pura e não ter odor ou sabor específico, ela pode conter elementos que podem causar efeitos indesejáveis ​​à saúde, como por exemplo micro-organismos patogênicos (bactérias, vírus ou protozoários) e nitratos/nitritos.

Por isso, uma análise de água para poço artesiano, que pode ser realizada de forma rápida e simples, é tão importante.

Este estudo vai verificar vários parâmetros, fatores estéticos e se sua água é adequada para beber, como determina o regulamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece os procedimentos e responsabilidades relativas ao controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.

Vantagens de ter um poço artesiano

Você, enquanto proprietário de terra já deve ter se perguntado se suas terras possuem um poço artesiano ou ainda quais as vantagens que esse tipo de poço pode lhe oferecer.

Embora seja um investimento que demanda altos recursos financeiros, há inúmeras vantagens que podem valer a pena. Vamos conhecer algumas delas.

  1. O poço fornece água durante décadas: Essa é uma das mais importantes vantagens quando o assunto é a instalação de um poço artesiano. O poço é capaz de fornecer água de qualidade durante décadas, o que mitigará os problemas com escassez ou irregularidade de distribuição.
  1. Custos diluídos a longo prazo: Apesar do investimento inicial ser alto, esse valor é diluído e compensado ao longo dos anos com o resultado adquirido com o poço.
  1. Água de qualidade: em sua maioria, a água oriunda de poços artesianos apresenta alta qualidade mesmo sem passar por tratamentos químicos. Entretanto, como há exigências e recomendações legais é necessário que essa água passe por uma análise de potabilidade antes do consumo.
  1. Benefícios ao meio ambiente: Esse tipo de captação é considerado como o de menor agressão ao meio ambiente por sua forma de instalação e manutenção.
  1. Segurança: Outros tipos de captação, como as cisternas, podem causar erosão lateral e ainda apresentar perigos a crianças e animais quando abertos.

Essas são apenas alguns das principais vantagens. Um poço bem instalado e com uma manutenção bem realizada pode trazer ainda mais benefícios para o proprietário.

 

Será que tem água mineral em poço artesiano?

A água mineral é produzida e enriquecida de sais minerais como magnésio, cálcio e potássio pela própria natureza.

Além disso, possui baixo teor de sódio e ainda o pH ideal para o bom funcionamento do organismo.

É captada do subsolo, de fontes autorizadas. Os sais e outras substâncias presentes nas águas minerais contribuem positivamente para a saúde com nutrientes indispensáveis à vida humana.

Evidentemente importante, principalmente ao longo das últimas décadas, a prospecção e pesquisa de água mineral, bem como a análise de água para poço artesiano, é uma grande necessidade, já que o encontro de novas fontes é uma das formas de garantir a segurança da humanidade.

Esse motivo tem levado mais profissionais e empresas a se lançarem na exploração desse bem que o ser humano tem transformado em um recurso não renovável.

Quais são os parâmetros da análise de água para poço artesiano que indicam ter água mineral

De acordo com o art. 1º do Decreto Lei N.º7.841, de 8 de agosto de 1945, conhecido como “Código de Águas Minerais”, águas minerais são “…aquelas provenientes de fontes naturais ou de fontes artificialmente captadas que possuam composição química ou propriedades físicas ou físico-químicas distintas das águas comuns, com características que lhes confiram uma ação medicamentosa”.

Além disso, existem parâmetros para que a água seja considerada mineral que estão expressos nas resoluções RDC nº 54, de 15 de junho de 2000, da ANVISA, RDC nº 274 e 275/2005.

Mesmo que a água encontrada não consiga cumprir todos os parâmetros, caso seja comprovada sua ação medicamentosa ela poderá ser classificada como “água mineral”.

O “Código das Águas Minerais” propõe ainda 14 tipos diferentes de águas minerais de acordo com a sua composição.

Os tipos são: Ácida, Alcalina, Bicarbonatada, Alcalina Terrosa, Alcalina Terrosa Cálcica, Carbogasosa ou Acídula, Carbônica, Ferruginosa, Magnesiana, Radioativa, Sulfatada, Sulfatada sódica, Sulfurosa, Termal.

A análise de água para poço artesiano é item primordial

Instalar um poço artesiano, apesar do alto investimento necessário, pode ser considerado um bom negócio.

Para obter os resultados positivos e lucrativos que podem advir dele, o proprietário precisa ficar atento aos riscos, às recomendações de manutenção necessárias e se cercar de bons profissionais para as análises da água encontrada.

Conhecendo as vantagens de ter um poço artesiano e um pouco sobre questões relativas à água mineral, seu investimento tem tudo para trazer ótimos retornos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Clientes
Fale conosco pelo WhatsApp