análise de bactérias heterotróficas
Análise de Bactérias Heterotróficas
setembro 23, 2019
análise de PAH
Análise de PAH – Hidrocarbonetos poliaromáticos
outubro 1, 2019
Análise de Coliformes Totais e E. Coli

Os coliformes totais e fecais são os mais abundantes e contaminantes microrganismos do meio ambiente. Dependendo do tipo de coliformes na água potável, pode causar diversas doenças. Portanto, é fundamental a análise de coliformes Totais e E.Coli, de forma periódica, para que o tratamento de efluentes seja de fato eficiente e não infrinja nenhuma lei. 

Diferença entre coliformes totais e E.Coli

As bactérias do tipo coliformes totais são inofensivas relativamente. Elas vivem em grande quantidade no intestino dos animais e homens e auxiliam na digestão dos alimentos. 

Já os coliformes fecais ou Escherichia coli são extremamente perigosos à saúde humana. Esses microrganismos podem se separar do grupo dos coliformes totais, pois tem a capacidade de crescer em elevadas temperaturas. A bactéria E.Coli, comum nos coliformes fecais, é encontrada no material fecal de animais e humanos. 

 

Leia também:

Análise de bactérias heterotróficas

Análise de Coliformes Termotolerantes

As bactérias do grupo coliformes fecais se reproduzem a 44,5 graus e conseguem fermentar o açúcar. A presença delas indicam poluição sanitária e sua concentração serve como parâmetro indicador para transmissão de doenças como cólera, febre tifoide, desinteria bacilar e febre partifóide. 

Como funciona a análise de Coliformes totais e E.Coli

A análise de coliformes totais e E.Coli são feitos através da coleta da água, usando um frasco estéril com 100 ml. Essa quantidade é dividida numa série de tubos para as análises. 

Após confirmar a presença de coliformes, é fundamental identificar se é total ou fecal. A presença de bactérias do grupo coliformes fecais em águas indica que há contaminação de fezes de homens ou outros animais. Nesse momento, a água da fonte está contaminada com bactérias e patógenos produtos de doenças como gastroenterite viral, febre, hepatite A. 

Essa contaminação indica um risco potencial para saúde. Sua fonte pode ser resultado de dejetos humanos e animais ou excesso de esgoto doméstico sem tratamento adequado. 

Indústrias, postos de combustíveis e demais empresas devem avaliar os níveis de poluição fecal nos ambientes aquáticos, de acordo com os parâmetros Coliformes fecais previsto na legislação. 

A importância da análise de coliformes Totais e E.Coli

A análise de coliformes também tem por objetivo detectar a poluição fecal e medir a qualidade das práticas utilizadas para evitar contaminação dos alimentos processados. Na produção de laticínios por exemplo, a contagem de coliformes é realizada após a pasteurização para detectar se houve contaminação bacteriana do leite e demais produtos laticínios. 

A presença de coliformes e da bactéria E.Coli indica que houve falhas ao processar os produtos e contaminação no pós-processamento como água de má qualidade, manipulação inadequada, equipamentos sujos, produtos crus, falta de higiene, estocagem imprópria, entre outros. 

Por isso, é fundamental que indústrias, principalmente as do setor de alimentos realizem análise de coliformes totais e E.Coli frequentemente. 

Consulte os consultores da Laboprime para obter maiores informações sobre a análise de coliformes totais e E.Coli para sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Clientes