Levantamento de risco para integrar a LTCAT e PPRA de sua empresa
Levantamento de risco para integrar a LTCAT e PPRA de sua empresa
junho 18, 2019
Análises para licenciamento ambiental, tudo o que você precisa saber
Análises para licenciamento ambiental, tudo o que você precisa saber
julho 18, 2019
Higiene ocupacional no E-social: tudo o que você precisa saber

Higiene ocupacional no E-social: tudo o que você precisa saber

Um dos mecanismos mais importantes para garantir a saúde e segurança dos trabalhadores é, sem dúvidas, o E-social. Trata-se de um processo de fiscalização nas empresas para garantir as condições de trabalho adequadas para seus funcionários. Portanto, para oferecer essa garantia, é analisada toda a rotina de trabalho dos funcionários, como o tipo de serviço que executam e as condições para tanto. Sendo assim, um dos aspectos mais importantes para a realização deste trabalho é a higiene ocupacional no E-social. Saiba mais sobre o assunto a seguir e veja como ter melhores condições em sua empresa. 

Informações sobre higiene ocupacional no E-social

Esta é uma das etapas de análise mais importantes dentro do E-social. Afinal, ela se refere a todos os agentes de risco que ambientes de trabalho podem apresentar, incluindo:

  • Perigos físicos em geral para os trabalhadores;
  • Riscos biológicos de naturezas diversas;
  • Possibilidade de contaminação com elementos químicos;
  • Perigos de natura ergonômica para os funcionários;
  • Riscos de acidentes em geral que podem ocorrer no trabalho.

Levando em consideração tais fatores, a higiene ocupacional no E-social funciona como uma importante etapa para garantir a segurança do trabalho. Afinal, as empresas precisam prestar todos os esclarecimentos sobre o ambiente que seus funcionários desempenham suas funções. É necessário que seja discriminado qualquer possibilidade de risco a integridade deles.

O importância do papel do higienista ocupacional

Este é um profissional que trabalha com o intuito de garantir a segurança do funcionário dentro do ambiente de trabalho. Dessa forma, ele desempenha uma série de funções e tarefas importantes, tais como:

  • Análise e avaliação de todos os riscos que podem estar presentes dentro do ambiente de trabalho e, portanto, podem afetar diretamente os funcionários;
  • Plano de gestão de acidentes, além de ações preventivas para evitar problemas relativos aos riscos combatidos pela higiene ocupacional;
  • Elaborar relatórios que atestem as capacidades de sua empresa com relação a propiciar um ambiente de trabalho seguro para seus funcionários.

Depois de ter a liberação do higienista ocupacional, é possível ter a tranquilidade de que a sua empresa está cumprindo com todas as normas do E-social. Dessa forma, para que isso aconteça, há alguns critérios e parâmetros específicos que é preciso atingir.

Adequando a higiene ocupacional no E-social

Uma das coisas mais importantes para qualquer empresa é adequar-se aos parâmetros exigidos de segurança do trabalho. Portanto, com a ajuda da higiene ocupacional no E-social, esse processo torna-se mais fácil e eficiente. Algumas de suas principais etapas incluem:

  • AET – Análise Ergonômica do Trabalho (NR-17);
  • Laudo de Caldeiras e Vasos de Pressão (NR-13);
  • Laudo Técnico de Insalubridade (NR-15); 
  • Laudo Técnico de Periculosidade (NR-16);
  • LTCAT – Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho (Previdência Social); 
  • PCA – Programa de Conservação Auditiva (NR-7 e NR-9); 
  • PCMAT – Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (NR-18); 
  • PCMSO – Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (NR-7);
  • PGR – Programa de Gerenciamento de Riscos (NR-22);
  • PGSSMATR – Programa de Gestão em Segurança, Saúde e Meio Ambiente do Trabalho Rural (NR-31); 
  • PIE – Prontuário de Instalações Elétricas (NR-10);
  • PPEOB – Programa de Prevenção da Exposição Ocupacional ao Benzeno (NR-15); 
  • PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário (Previdência Social);
  • PPR – Programa de Proteção Respiratória (NR-7 e NR-9); 
  • PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (NR-9); 
  • PPRPS – Programa de Prevenção de Riscos em Prensas e Similares.

Cada uma destas etapas, regidas por Normas Reguladoras (NR) específicas, avaliam todos os fatores que podem prejudicar a saúde do trabalhador. Portanto, é necessário que sua empresa esteja de acordo com todas elas.  Afinal, isso irá garantir que o empreendimento atenda os parâmetros de segurança do trabalho necessário para que não haja problemas aos funcionários.

Informações de controle e proteção

Depois de entender mais a respeito do funcionamento da higiene ocupacional no E-social, torna-se necessário algumas contextualizações. Sendo assim, cada um dos dados que compõe a tabela de requisitos a serem cumpridos dentro da higiene ocupacional necessitam das seguintes observações:

  • Todas as informações prestadas pela empresa precisam atestar que não há nenhum risco para os funcionários com relação ao ambiente de trabalho;
  • No caso de haver desligamentos da empresa, bem como afastamentos temporários, é preciso que conste todas as informações a respeito no relatório;
  • Outro fator de grande importância para a higiene ocupacional no E-social são os dados sobre as condições ambientais de trabalho. Afinal, neles devem estar incluído todos os fatores de como riscos, equipamentos de proteção e atividades do funcionário, entre outros.

É necessário destacar também que, no caso de haver algum acidente de trabalho, é preciso que todas as informações sobre o ocorrido sejam destacadas:

  • A parte do corpo do funcionário acidentado que foi atingida;
  • Qual foi o agente causados do acidente de trabalho em questão;
  • No caso de doenças profissionais, o agente causador ou a situação geradora;
  • A situação que acabou gerando o acidente de trabalho;
  • Uma descrição precisa a respeito da natureza da lesão;
  • A codificação do acidente de trabalho.

A partir destas informações, os órgãos responsáveis farão uma avaliação completa da situação. Dessa forma serão estabelecidas as providências a serem tomadas, tanto no caso do funcionário quanto da empresa.

Investindo na higiene ocupacional

Como é possível perceber, a higiene ocupacional é, sem dúvidas, uma das áreas que mais fazem a diferença para uma empresa. Para estar de acordo com o E-social, e atender seus parâmetros, algumas atitudes simples podem ser adotadas:

  • Fazer avaliações preventivas que permitam identificar riscos e perigos, além de tomar as devidas atitudes para evita-los;
  • Implantação de etapas de reconhecimento, avaliação e controle de riscos, de forma que todos os setores da empresa sejam preservados e protegidos;
  • Investimentos em ambientes e tecnologias que deixem os funcionários confortáveis e motivados em realizar um trabalho sem que precisem se preocupar.

Ajudar as empresas a modernizar sua gestão de saúde e segurança do trabalho fazem parte dos fatores que envolvem a higiene ocupacional no E-social.  É importante ter em mente que há muitas outras vantagens em seu empreendimento oferecer um ambiente adequado.

Muito além da segurança do trabalho

Não é novidade o quanto é importante para qualquer trabalhador desempenhar sua função em um ambiente propício e seguro. Mas além de questões de salubridade, isto também traz outros benefícios para sua empresa:

  • Funcionários mais motivados para desempenhar suas funções, de forma que tornarão seus produtos e serviços mais completos;
  • Reconhecimento da responsabilidade e diferenciais de sua empresa, que certamente contribuirão para seu crescimento;
  • Possibilidade de fechar parcerias profissionais e divulgar seu trabalho, contando com o interesse da comunidade com relação as condições de trabalho oferecidas.

Neste sentido, é importante perceber o quanto o E-social desempenha uma tarefa importante para garantir tais objetivos. É por meio deste mecanismo que sua empresa pode registrar todas as condições de trabalho e garantir que estejam em conformidade.

Outras informações importantes sobre E-social

Uma das vantagens do preenchimento do E-social é a facilidade em fazê-lo. Você pode realizar esta tarefa com algumas formas específicas, com ênfase ao meio eletrônico. Além disto, há outros detalhes que você deve estar ciente:

  • A forma mais rápida e eficaz de passar as informações para o E-social é eletronicamente. Há formulários no site com todos os dados que você precisa passar;
  • No caso de haver itens que não estão em conformidade com as normas de higiene ocupacional no E-social, sua empresa pode levar multas;
  • Outro fator importante é saber que a fiscalização de saúde no trabalho é importante para todos os setores da empresa. Isto se aplica também ao você;
  • Contar com profissionais de higiene ocupacional especializados faz toda a diferença em seu trabalho. Eles poderão contribuir de forma sólida para sua empresa.

Não se esqueça de que o trabalho de higiene ocupacional no E-social também envolve diversos tipos de análise. Independentemente do tipo de seu empreendimento, há substâncias e itens que devem ser analisados como parte dos procedimentos relativos a segurança do trabalho.

Mais detalhes sobre a higiene ocupacional no E-social

O trabalho de um higienista ocupacional é realizado por um laboratório.  Portanto, é necessário experiência e infraestrutura necessária para se chegar nos devidos resultados. Para desempenha essa tarefa, o profissional deve fazer o levantamento de algumas informações importantes sobre a empresa:

  • Análises de agentes químicos como poeira, vapores orgânicos, varredura de metais e materiais de partículas, entre outros;
  • Névoas de óleo, principalmente em torno de máquinas e equipamentos específicos aos quais os funcionários ficam expostos;
  • Ácidos inorgânicos, presentes em diversos setores da indústria, bem como em alguns produtos e equipamentos;
  • Agentes biológicos, incluindo a presença de fungos e bactérias que podem estar no ar e contaminar os trabalhadores.

Naturalmente, existem vários tipos de serviço que oferecem mais riscos do que outros. Mas o papel da higiene ocupacional no E-social também abrange aspectos mentais e psicológicos dos funcionários. Dessa maneira, incluem-se análises de fatores que influenciam nestes aspectos, para avaliar todas as condições de trabalho de quem atua em sua empresa.

A importância da Laboprime

Ao realizar qualquer tipo de análise, principalmente de higiene ocupacional no E-social, é preciso contar com um local que ofereça os melhores serviços. A Laboprime acaba sendo um diferencial em ajudar a sua empresa com segurança do trabalho, principalmente porque:

  • Atua com infraestrutura completa e profissionais altamente capacitados para analisar os mais diversos tipos de material e elaborar ações preventivas;
  • Atende milhares de clientes de todo o Brasil, oferecendo as soluções que cada uma das empresas necessita para suas demandas;
  • Conta com a certificação do INMETRO e do Instituto do Meio Ambiente para serviços como análise de água;
  • Possui serviços de assistência técnica de perícias trabalhistas e relatórios especiais, além de assistência para advocacias.

A Laboprime é uma empresa que oferece uma série de análise de substâncias e ambientes, com foco total na qualidade de seu trabalho. Ao contar com seus serviços, você terá o melhor para sua empresa, sobretudo com relação a questões de higiene ocupacional no E-social.

Algumas dicas e conselhos interessantes

Os mecanismos do E-social tem alguns objetivos concretos relacionados a relatórios sobre a segurança do trabalho de sua empresa, que permitem agilizar o controle de informações e evitar problemas com relação a relatórios. Entre alguns dos mais importantes se destacam:

  • Unificar as informações num único sistema, simplificando a vida do empregador; 
  • Reduzir a burocracia no envio de dados; 
  • Garantir a não interferência nos dados repassados; 
  •  Possibilitar as empresas uma gestão mais simples das informações referentes as relações trabalhistas.

Estes são pontos cruciais para unificar as informações sobre sua empresa, além de encontrar as melhores soluções relativas ao uso da higiene ocupacional. Afinal, na medida em que as funções que são de sua competência abrangem os diferentes ambientes de um empreendimento, é preciso que seus resultados estejam de acordo com as exigências do E-social para o funcionamento de todos os setores envolvidos.

Outros fatores que sua empresa deve considerar

Depois de ter em mente todas as informações sobre a higiene ocupacional no E-social, cabem algumas considerações sobre a estruturação da segurança de trabalho em sua empresa. O que você deve ter em mente é que pequenos detalhes fazem toda a diferença. Portanto:

  • Faça assembleia com os funcionários onde possam ser discutidas questões de segurança do trabalho. Ouça o que eles tem a dizer sobre o assunto;
  • Perícias preventivas são a melhor forma de evitar acidentes e problemas graves, por isso invista em profissionais qualificados para realizar análises;
  • Promova campanhas de conscientização com relação a riscos e perigos. Pequenas ações podem evitar problemas e riscos muito graves;

Lembre-se de que realizar investimentos eficazes na área de segurança do trabalho, e contar com aspectos da higiene ocupacional no E-Social fará toda a diferença para seus funcionários.

Algumas considerações finais

As questões relativas a higiene ocupacional no E-social são indispensáveis para atuar em prol de sua empresa e da segurança de seus funcionários. Ao entender como funcionam todos os seus mecanismos de análise, bem como o preenchimento de relatórios, você verá que esse processo é um grande aliado para seu empreendimento e seu sucesso.

Por isto não deixe de usar todas as informações passadas a seu favor, e aproveite ao máximo as vantagens da higiene ocupacional em sua empresa. Os resultados são bons não só para você e seus funcionários, como para o desenvolvimento de seu trabalho de forma geral.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Clientes