Análise de névoa de óleo para empresas de usinagem
Análise de névoa de óleo para empresas de usinagem
maio 14, 2019
Análise de fungos e bactérias presentes no ar
Análise de fungos e bactérias presentes no ar
maio 21, 2019
Riscos ambientais causados por agentes químicos

Os riscos ambientais causados por agentes químicos são todos aqueles que existem no ambiente onde se cumpre o exercício da profissional.

Os agentes químicos são aqueles que decorrem do processamento e manipulação de matérias-primas. Os principais são: fumos, neblinas, poeiras, gases, vapores, névoas que podem ser absorvidos pela ou via respiratória. Esses agentes podem causar sérios danos à saúde dos profissionais. A gravidade vai depender da concentração, tempo de exposição, natureza, intensidade ou falta de equipamentos de proteção corretos.

Além dos agentes químicos, há também outros tipos de agentes que causam riscos ambientais no trabalho:

Agentes físicos: vibrações, temperaturas extremas (altas e baixas), ruídos, radiações ionizantes, pressões anormais, radiações não ionizantes, etc.

Agentes biológicos: Originários da transformação, manipulação e modificações de determinados seres vivos microscópicos. Os principais são: bactérias, vírus, fungos, bacilos, gentes, protozoários, parasitas, entre outros.

Agentes mecânicos: Estão relacionados com equipamentos, máquinas e qualquer outro elemento que causa dano ou acidente de trabalho. Os principais agentes mecânicos são: animais peçonhentos, luminosidade inadequada, falta de equipamento de proteção, risco de incêndio ou explosão, ferramentas inadequadas ou com defeito, estocagem ou armazenamento incorreto.

Agentes ergonômicos: São de natureza psicológica ou física causados por alguma limitação fisiológica ou inadequação ao ambiente de trabalho. Os mais apontados são: trabalho noturno, jornada excessiva, postura inadequada, sobrecarga de peso, repetição de movimentos, esforço físico intenso, estresse mental ou físico, etc.

Norma Regulamentadora NR-09

Os riscos ambientais são estudados pela disciplina Higiene Ocupacional. Na legislação brasileira, eles estão presentes no Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, dentro da Norma Regulamentadora NR-09.

O PPRA tem por objetivo definir uma metodologia de ação que antecipe, reconheça, avalie e controles as ocorrências dos riscos ambientais existentes nos ambientes de trabalhos. Dessa forma, será possível preserva a integridade e a saúde dos trabalhadores. A NR-09 considera como riscos ambientais causados por agentes químicos, físicos e biológicos presentes no ambiente de trabalho. Para serem considerados riscos, os agentes devem estar presentes em determinada intensidade ou concentração. Além de um tempo máximo que o trabalhador se mantém exposto para causar danos à saúde.

O programa tem como objetivo primordial prevenir qualquer tipo de acidente causado por agentes químicos, físicos e biológicos. Além disso, o PPRA possui alguns objetivos intermediários:

  •         Promover uma conscientização sobre os riscos e os agentes químicos, biológicos e físicos que há no ambiente do trabalho;
  •         Desenvolver uma mentalidade preventiva em todos os colaboradores da empresa: trabalhadores, gerentes e empresários;
  •         Criar uma metodologia que aborda e analisa as diferentes situações presentes e futuras dentro do ambiente do trabalho;
  •         Minimizar ou acabar com as improvisações e o “jeitinho brasileiro” no que diz respeito aos riscos ambientais;
  •         Educar e treinar os colaboradores para o uso da metodologia do programa.

Metodologia do PPRA

O Programa de Prevenção de Riscos Ambientais é dividido em 4 etapas:

  1. Antecipação dos riscos: Etapa que contempla análise de todas as instalações da empresa, identifica possíveis e riscos e estabelece medidas para redução ou eliminação.
  2.    Identificação ou reconhecimento dos riscos e estabelecimento de metas e prioridades: Fase que serão aplicados vários itens que permitam a identificação correta dos riscos ambientais. Os principais são: identificação dos agentes de risco, levantamento de indicativos, determinação da fonte geradora, reconhecimento das funções, identificação dos meios de propagação, etc.
  3. Avaliação da exposição e dos riscos: Fase que deve comprovar a inexistência de riscos identificados na fase anterior ou comprovação do controle da exposição. É uma etapa que dimensiona corretamente o tanto que os trabalhadores ficaram expostos.
  4. Implantação de medidas de controle: Etapa em que são adotadas medidas eficazes para minimizar, controlar ou eliminar os agentes de risco ambiental, identificados nas fases anteriores que representam riscos à saúde.

Classificação dos Agentes Químicos

Conforme a National Fire Protection Association – NFPA 704-m/ USA, os agentes químicos podem ser classificados em 4 graus de riscos ambientais. Quanto menor o grau, menos problemas causam à saúde. Confira os principais agentes químicos e sua classificação:

Grau de risco ambiental 1

Agentes: Ácido cítrico; EDTA, Nitrato de Prata, Sulfato de Cobre II, Ácido Fosfomolíbdico, ácido crômico, cromado de potássio.

Grau de risco ambiental 2

Agentes: Timerosal, gás oxigênio, fomalina, o-toluidina, cianeto, sulfato de cádmio, gás nitrogênio, anídrico carbônico, anídrico acético, amoníaco 25%, ácido sulfamílico, ácido nítrico fumegante.

Grau de risco ambiental 3

Agentes: Acetato de etila, xileno, tolueno, acetato de butila, acetato, permangato de potássio, ozônio, fenol, hidróxido de potássio, nitrobenzeno, dicromato de potássio, clorofórmio, ácido clorídrico, tetracloreto de carbono, ácido fórmico, benzeno, anilina, ácido fórmico, amoníaco, álcool metálico, ácido láctico, álcool isobutílico, ácido perclórico, álcool etílico, ácido sulfúrico, ácido triloroacétio, acrilamida.

Grau de risco ambiental 4

Agentes: acetileno, azida sódica, ácido sulfídrico, ácido pícrico, ácido fluorhídrico, ácido acético.

Saúde: riscos ambientais causados por agentes químicos

Os agentes químicos que atuam sobre o organismo humano e causam problemas de saúde são: gases, neblinas, névoas, vapores, fumos e poeiras. Os principais risco à saúde causados pelos agentes químicos são:

Fumos metálicos – De origem do uso industrial determinados metais como chumbo, ferro e manganês, entre outros. Eles causam febre, doenças pulmonares, intoxicações específicas conforme cada metal.

Efeitos asfixiantes – Causados por gases como monóxido de carbono, acetileno, metano, nitrogênio, hélio, hidrogênio. Eles causam queimaduras, dor de cabeça, náuseas, convulsões, sonolência, irritação nos olhos e pele, coma até morte.

Poeira incômodas: Interagem com outros agentes químicos agressivos que estão presentes no ambiente, tornando-a nociva à saúde.

Efeitos anestésicos: Causados por solventes orgânicos como tolueno, álcoois, xileno, benzeno, cloreto de carbono, butano, acetona, aldeídos. Eles têm ação depressiva, atacam o sistema nervoso central e provocam sérios danos a diferentes órgãos. Principais riscos:

  •         Muito inflamável;
  •         Provoca queimaduras graves;
  •         Irrita sistema respiratório;
  •         Libera gases;
  •         Muito tóxico ao inalar, ingerir e contato com a pele;
  •         Irritação nos olhos;
  •         Efeitos cumulativos

Efeitos irritante: São causados por soda cáustica, amônia, ácido clorídrico, ácido sulfúrico e cloro. Eles causam irritação das vias superiores aéreas, queimaduras graves, muito tóxico no contato da pele, inalação e ingestão, irritação da pele e olhos, tóxico ao ingerir, efeitos cumulativos e irreversíveis,

Poeiras alcalinas: São oriundas especialmente do calcário. Causam doenças pulmonares crônicas, como enfisema.

Poeiras vegetais: São produzidas no tratamento industrial, do algodão, cana-de-açúcar. Elas causam bissinose e bagaçose respectivamente.

Poeiras minerais: São originárias de diferentes minerais como carvão mineral, sílica, asbesto. Eles provocam asbestose, silicose, pneumoconioses.

Quer saber se sua empresa contém esses agentes químicos? Consulte nossos especialistas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área de Clientes